feat0

Resenha: 50 Tons de Cinza

Quem não gosta de romance? Acredito que este seja um dos gêneros mais lidos, talvez mais pelo sexo feminino... mas, pra falar a verdade, acho — só acho —, que a maioria dos leitores que curtem romance, não gostaram de 50 Tons de Cinza, por ser uma obra muito fraca!

Leia Mais
feat2

Resenha: O ladrao de Raios

The Lightning Thief (O Ladrão de Raios) é o tipo de livro que já começa tirando uma onda pra chamar a atenção do leitor. Tem um ritmo impecável do começo ao fim; você pisca os olhos e já está no final. Que bruxaria é essa, Riordan?

Leia Mais
feat3

Resenha do livro "Um Dia"

Um Dia é um belo romance, não tão açucarado. Nele encontramos o amor (ah, o amor), que surge despercebido entre Emma e Dexter, e que amadurece junto a eles, ás vezes parecendo ter sumido com o passar dos anos, mas sempre estando lá, fincado nos corações dos dois. "O amor nunca morre"!

Leia Mais
feat4

Review do filme "MAMA"

Quando o pai de Victoria e Lilly mata a mãe das garotas, as crianças fogem assustadas para uma floresta. Durante cinco anos, ninguém tem notícia do paradeiro delas, até o dia em que elas reaparecerem, sem explicação de como sobreviveram sozinhas.

Leia Mais
feat5

Top 7 criaturas sobrenaturais

Uma enquete com a pergunta "qual você prefere?" em relação às criaturas "zumbis, sereias, vampiros, bruxos, fantasmas, anjos, e lobisomens", ficou aberta para votação no blog. Agora, de acordo com o resultado, analisem um Top 7 criaturas sobrenaturais, normalmente encontradas nos livros YAs.

Leia Mais

Resenha do livro "Segredos de Morte".




Segredos de Morte é uma obra bem bolada por Caio G. Lopes. As coisas passam voando nesse livro, onde nada é tão óbvio quanto possa parecer.

Esqueça a protagonista boazinha e seu par romântico certinho e heroico que tanto se vê por aí; em Segredos de Morte, você encontrará uma garota sádica, e um cara vingativo, ainda mais sádico.

Na verdade, todos os personagens desse livro, são — mesmo que alguns só um pouco —, “sangue frio”. Eles são do tipo que ajudam o amigo a dar uma facada em uma pessoa “ruim”, e diz “Uau, você é bom!”. Claro, há um motivo: todos cresceram em meio à violência, espelhando-se em adultos sem nenhuma boa influencia a oferecer.

O livro é dividido em quatro partes, cada qual aberta com um lindo, sólido, perfeito, poema de Manoela Jakymiu — uma revelação! Os poemas dela complementam ao livro; eles são uma ótima prévia, que dão suspense ao início de cada parte.

A escrita do autor é bem fluente, mas temos a impressão que ela ainda precisa melhorar, ainda há o que amadurecer. Além de que é necessário mais uma revisão, para tirar os erros que restaram.

VEJA TAMBÉM: CONHEÇA O AUTOR CAIO G. LOPES.

A diagramação também poderia ter sido mais caprichada, todavia, é compreensivo pelo fato de ser uma publicação independente, o que torna tudo mais difícil para o autor.

A narrativa de Segredos de Morte alterna entre os personagens principais ao decorrer da estória, o que é muito legal, quando o autor sabe os pontos certos de fazer as mudanças. O que de certa forma, não é um problema para o Caio.

Os triângulos amorosos continuam em alta nos romances, porém estão começando a se tornar clichê. É interessante como aqui, o autor fez um triangulo diferente, quase imperceptível. O terceiro elemento da relação, na verdade sofre um amor gay platônico, ao mesmo tempo em que tem uma "amizade" com o casal, e não o quer atrapalhar.

Um livro pequeno, então vale a pena dedicar algumas horas de leitura a obra de estreia de Caio G. Lopes.



Currently have 3 comentários:

  1. Mãe, me dá? *-* parece muito legal... "segredos de morte" já esta anotado...

  2. Caramba. Parece maravilhoso este livro. Quero muito ler. Amei a resenha e tudo Carlos. Você escreve bem, e se escreve assim nas resenhas imagine o seu livro!

    Beijos. alolatemumblog.blogspot.com

  3. Parece muito bom (fiquei curioso pra ler).
    Até.
    Novo post do livro Starters, passa lá.

    -Palavras Tóxicas-

    http://palavrastoxicas.blogspot.com.br/


Deixe um comentário

Comentários ofensivos são deletados. Caso você não possua um site/blog e queira comentar, use o campo "Nome/URL" e coloque seu nome no campo correspondente, deixando o campo de URL em branco. Ou, se preferir, comente como Anônimo.