feat0

Resenha: 50 Tons de Cinza

Quem não gosta de romance? Acredito que este seja um dos gêneros mais lidos, talvez mais pelo sexo feminino... mas, pra falar a verdade, acho — só acho —, que a maioria dos leitores que curtem romance, não gostaram de 50 Tons de Cinza, por ser uma obra muito fraca!

Leia Mais
feat2

Resenha: O ladrao de Raios

The Lightning Thief (O Ladrão de Raios) é o tipo de livro que já começa tirando uma onda pra chamar a atenção do leitor. Tem um ritmo impecável do começo ao fim; você pisca os olhos e já está no final. Que bruxaria é essa, Riordan?

Leia Mais
feat3

Resenha do livro "Um Dia"

Um Dia é um belo romance, não tão açucarado. Nele encontramos o amor (ah, o amor), que surge despercebido entre Emma e Dexter, e que amadurece junto a eles, ás vezes parecendo ter sumido com o passar dos anos, mas sempre estando lá, fincado nos corações dos dois. "O amor nunca morre"!

Leia Mais
feat4

Review do filme "MAMA"

Quando o pai de Victoria e Lilly mata a mãe das garotas, as crianças fogem assustadas para uma floresta. Durante cinco anos, ninguém tem notícia do paradeiro delas, até o dia em que elas reaparecerem, sem explicação de como sobreviveram sozinhas.

Leia Mais
feat5

Top 7 criaturas sobrenaturais

Uma enquete com a pergunta "qual você prefere?" em relação às criaturas "zumbis, sereias, vampiros, bruxos, fantasmas, anjos, e lobisomens", ficou aberta para votação no blog. Agora, de acordo com o resultado, analisem um Top 7 criaturas sobrenaturais, normalmente encontradas nos livros YAs.

Leia Mais

Resenha; Três Amores Instantâneos



http://skoob.s3.amazonaws.com/livros/242587/TRES_AMORES_INSTANTANEOS_1338401605P.jpgEdição: 1
Editora: s.n.
ISBN: 9788591228867
Ano: 2012
Páginas: 70
 

                                           SINOPSE
Três amores incomuns, instantâneos, três encontros casuais, três novos casais. O livro contem três contos românticos e picantes, em cada, um novo casal nasce de uma avassaladora paixão. Ape­sar do conteúdo picante, as cenas são descritas com me­táforas e subjetividade. Trecho do livro: "‎Um manche, uma turbina, um amor inverso nascente, brotando do quase apocalipse, revoluções, evoluções, dança das carnes em fogo, carinhos e desejos, espera e comunicados perdidos, sem respostas aos questionamentos dos profissionais da torre, o mundo finalmente aos pés, sem a gravidade e sem o pavor, tudo restrito a uma insistente voz fanha percorrendo a cabine e clamando por explicações para o pouso, mais o casal, a jovem repleta de sardas rebolando, o cavaleiro suspirando, crescente e palpitante energia, mais forte e mais rápido e mais vívido, mais próximos, e, por último, a explosão derradeira de felicidade dupla."

Com uma linguagem poética, é nos apresentada três criativas e românticas histórias, três contos, três amores instantâneos — como diz o título do livro.
Gostei dele, porém, existe um ponto fraco e vou começar por ele; tem uma quantidade de erros consideráveis, poderiam ter sido evitados com uma melhor revisão, mas como é um livro independente, da pra entender que foi revisado apenas pelo próprio escritor, então é algo compreensível. Além do mais, a quantidade de erros não é tão monstruosa assim, e acabam sendo mascarados pelo ritmo contagiante, da narração das histórias surpreendentes.

Quote:
Ainda carrega o medo de não agradar ao outro, terrível, poderoso, nos olhos, o medo de ser feliz, medo da morte, medo de ser vitima de alguma maldade humana, algum crime, medo, os mais ordinários, além do pior, o medo de todos, o medo de não ter coragem de ter medo. {...}


No primeiro conto encontramos Naira e Artur, no segundo, Josie e Cris, no terceiro, Liana e Saulo. Devo confessar que o casal que mais se encaixou foi o ultimo citado — Liana e Saulo —, que se esbarram na praia e entendem-se de uma forma... era como se estivessem encontrando a solução de seus problemas um no outro. Mas atenção, eu disse "casal", pois o "conto" que mais me agradou foi o de Josie e Cris (Cristiano).
Ele é um conto tão arrebatador, mas olhos mal piscaram no decorrer de cada parágrafo. Cristiano é um cara que por Josie, não é considerado um homem maduro, um adulto, mas isso não os impediu de quebrar a barrira da amizade recém-formada...
O primeiro conto, o de Naira e Artur, não me conquistou muito, não que ele não seja bom, é só que não gostei, até porque, ele é tão bem escrito quanto os outros dois. Naira é uma jovem pós-adolescente, que acaba salvando o dia de Artur, dando a ele uma carona de moto, já que estava atrasado para um compromisso, ficou bastante agradecido...

Quote:
A conversa entre os dois continuou quase como um monologo da menina intercalada com algumas perguntas respondidas com o olhar sempre abobalhado de um homem. {...}
Se o tempo fosse medido em sorrisos, passaram horas na cafeteria, se o tempo fosse medido em futuro, passaram segundos. {...}

Os três contos podem ser descritos da seguinte forma: um homem e uma mulher, que nunca se viram antes, acabam se encontrando por acaso e vivendo algo que encanta e surpreende a ambos.
São tão pequenos que fico querendo mais no final de cada um.
Na entrevista que fiz com o autor de Três Amores Instantâneos (Flavio Pereira de Oliveira), uma das perguntas foi se referindo a que tipo de publico o seu livro era dirigido. Ele respondeu-me que era para adultos, pois o conteúdo se sua obra era picante, e poderia até considerado Erótico — não exatamente com essas palavras. Bom, diante de tal resposta, eu até cheguei a esperar algo do tipo, mas não. O livro pode até ser considerado romântico, poético e picante, mas do meu ponto de vista, Erótico não. Porém, mesmo assim, é direcionado para jovens/adultos.
Parabéns pela obra Flavio, indico a todos que estiverem interessados.

Vocês podem encontrar mais sobre o livro aqui, e comprá-lo por um preço imperdível aqui.
 


Currently have 21 comentários:

  1. Obrigado, Rodrigo, pelas gentis palavras.

    Eu já vi alguns erros também. Não é fácil ser revisor (espero não ser no próximo livro), e tem uns erros de diagramação que só vi depois, culpa do BrOffice, que separa errado as sílabas com br. Todavia, para você ter uma ideia, a revisão contratada custaria o mesmo que me custou a impressão, então não pude fazê-la agora.

    Bom, quanto ao erotismo, ele é bem leve realmente... rs. Achei interessante você preferir o segundo conto, ele foi o primeiro que escrevi. A maioria parece preferir o último conto.

    Novamente obrigado, e aguarde meus próximos livros, romances maiores... rs

  2. Vou aguardar, inclusive, percebi que tem um trecho de seu próximo livro no final de Três Amores Instantâneos; gostei.

  3. O livro parece ser interessante! Adoro livros nacionais, é tão bom divulgar o trabalho dos nossos autores! Pena que parece ser narrado em terceira pessoa. Gosto mais da primeira...

    Beijos,
    http://leianoescuro.blogspot.com.br/

  4. Olha, pra ser sincera, eu não sou muito fã de contos e nem de forma poética utilizada na escrita. Prefiro algo mais "casual", digamos assim.
    No caso dos erros, se enquanto eu leio me deparo com muitos, fico desconcentrada pois isso me atrapalha no fluir da leitura. Fico prestando atenção nos erros e chego até a esquecer por um momento do que a história fala. Mas se for pouca coisa, aí dá pra relevar, mesmo que eu não ache muito legal.
    Mas enfim... eu gosto de romances e acho que leria pra tirar minhas próprias conclusões, pois no geral, parece ser bacana.

    Bjokas

    Flavia - Livros e Chocolate

  5. Eu fico em dúvidas se gosto mais de narração em primeiro ou em terceira pessoa, mas as duas são compreensíveis então, pra mim, qualquer uma ta valendo rsrsrs...

    Obrigado pelo comentário, Stephanie.

  6. Concordo com você, também não consigo ler um livro com muitos erros, mas Três Amores Instantâneos é completamente relevável...

    Obrigado pelo comentário, Flavia.

  7. A historia parece ser bastante interessante, mas não sou muito fã de poesia. Gosto de desafios então acredito que leria este livro !!!

    Mary

  8. Eu acho que não consigo escrever de modo casual... rs.
    Sim, Carlos, coloquei um trecho pequeno pra chamar a atenção. O livro está em fase final, então deve sair lá pra outubro.

  9. Sabe que eu gosto de ler um livro no estilo de Três Amores Instantâneos, é tão bom... mas confesso que prefiro algo mais "Casual", como disse a Flávia.

    Obrigado pelo comentário, Marilaine Santos.

  10. E ai? Como vai?

    Obrigado por seguir e comenatr lá no blog, estarei retribuindo todos os comentarios que forem posto lá. Votei nas enquetes e tudo mais, parabéns pelo blog. Boa sorte!

    @hyuugamarcos

    http://mundodosmngas.blogspot.com.br/

  11. Okay, farei mais visitas a seu blog, Marcos...
    Abraço!

  12. Oi amigo , obrigado por participar do meu Blog, to partipando aqui tambem
    abraço e parabéns pelo blog :D

    http://tematoa.blogspot.com.br/

    Ganhei 2 livros participando a promo

    http://tematoa.blogspot.com.br/2012/06/sorteio-1-promocao-2-livros-1-ganhador.html

  13. Adoro contos, não conhecia o livro, vou buscá-lo, me interessei bastante.
    Sucesso!

    http://pitadadecinema.blogspot.com.br/

  14. Não há de quê, e obrigado.

  15. Que ótimo.
    Obrigado pelo comentério, Marília.

  16. Minha resenha já foi escrita faz algum tempo, mas só irei postá-la semana que vem. De qualquer forma, concordo com você: há erros, mas a narrativa meio que os esconde! Sobre os contos, são bem escritos, mas não foi bem meu tipo de livro. Um conto que me "pegou" foi o terceiro, foi um tanto triste quando acabou, porque ele poderia para ser um livro! O público que gosta de narrativas poéticas vai ficar louco com o livro, hahahahahaha! Exatamente assim que podemos descrever a narrativa do autor, poética.
    Beijos! Ni, Ninhada Literária

  17. Oi queri,
    Não conhecia essas histórias achei bem interessante a tematica adoro romances mas tambem não li muitos contos ainda quem sabe seriam uns bons para começar ne?
    Bjksss
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com/

  18. Gosto demaix de ler comentários dizendo que eu tenho uma narrativa poética...
    K=.D

  19. Fiquei indeciso, eu gostei bastante do terceiro conto, mas acredito que achei os personagens legais, e não o conto em si.
    Obrigado pelo comentário, Ni. :)

  20. Claro, Raquel, seriam bons sim para começar. Indico.

  21. É a verdade.. rsrsrs... ;)


Deixe um comentário

Comentários ofensivos são deletados. Caso você não possua um site/blog e queira comentar, use o campo "Nome/URL" e coloque seu nome no campo correspondente, deixando o campo de URL em branco. Ou, se preferir, comente como Anônimo.